terça-feira, 3 de julho de 2012

Nada é tudo. Tudo é nada.


"Mais do que isso, nada. Mas o vazio tem o valor e a semelhança do pleno.
Um meio de obter é não procurar, um meio de ter é o de não pedir
e somente acreditar que o silêncio que eu creio em mim é resposta a meu - a meu mistério.
... vivemos exclusivamente no presente, pois sempre e eternamente é o dia de hoje
e o dia de amanhã será um hoje, a eternidade é o estado das coisas neste momento"

(Clarice Lispector em "A Hora da Estrela") 


Nenhum comentário:

Postar um comentário